O petróleo do Pré-sal vai ser bom para o Brasil?




Com o petróleo do Pré-sal, o Brasil será o 8° maior produtor de petróleo do mundo (hoje somos o 24°), ele vai aquecer o mercado interno jogando muitos dólares na economia, e isso vai ajudar o país a se tornar uma das nações mais ricas do mundo.


Para aqueles que conhecem o histórico do petróleo, sabe que, quase sempre, achar petróleo é um péssimo negócio. Continue lendo e saiba o porquê.
O presidente Lula ao anunciar a descoberta do petróleo comemorou dizendo: "Deus é brasileiro". Antes de celebrar, talvez nosso presidente devesse ouvir a opinião do venezuelano Juan Palho (1903-1979), fundador da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). Para ele, petróleo não é indício da mão de Deus, mas sim do intestino do demo. Ele ainda costumava dizer que petróleo é o “excremento do diabo”. Exagero? Nem tanto, o venezuelano que já bateu as botas, disse isso sem conhecer a atual Venezuela, que hoje, possui uma democracia frágil, instituição políticas falidas e uma corrupção de causar inveja a qualquer país em desenvolvimento.Tudo culpa dele, do pretinho básico (60% de toda a matéria prima utilizada na indústria vêm do petróleo). A Venezuela não é exceção. Todos os grandes países exportadores de petróleo vivem, ou viveram o mesmo drama. Mas afinal, por que petróleo faz tão mal? Como é que uma das mercadorias mais valorizadas do mundo pode gerar pobreza, guerra e autoritarismo? Nos últimos anos, economistas e cientistas políticos encontraram uma série de explicações. Então vejamos:


1 - petróleo enfraquece a economia.Ele custa tão caro que uma cachoeira de dólares entra no país. Com muitos dólares em caixa, a moeda nacional se valoriza. Resultado, fica barato importar produtos estrangeiros e caro produzir, aí a indústria nacional definha. Só que o preço do petróleo é uma montanha-russa. Essas altas e baixas destroem qualquer um. O preço sobe, o país se alaga de dólares e as indústrias fecham. O preço cai, secam os dólares, o país se endivida e não tem indústria para ajudar.


2 - petróleo distancia os políticos do povo.A maioria dos grandes exportadores de petróleo nem cobra impostos da população. Não precisam. Têm dólar sobrando. Os governos não prestam contas a ninguém, roubam descaradamente, torram dinheiro público e a sociedade civil é fraca, desestruturada.


3 - petróleo torna a política mais burra. A maioria dos países exportadores não tem um projeto de desenvolvimento, apenas grupos rivais brigando pelo poder, e pelo acesso ao poço de dinheiro. Quando chegam lá, gastam que nem loucos, sem planejamento, para não deixar nada para os rivais.
Estamos ferrados?Aparentemente, tudo indica que estamos literalmente ferrados. O lado bom é que o governo brasileiro, ao que parece, está estudando as melhores alternativas para a dinheirama que vai jorrar no país.
Hoje, petróleo não é novidade, no século 20 tivemos diversos exemplos de fracassos protagonizados por países que se perderam no ouro negro. O Brasil deve usar estes exemplos para não cometer os mesmos erros. E ainda, temos intuições fortes, uma imprensa ativa e uma democracia quase sólida. Se tudo for feito com responsabilidade, a mais recente "visão" do nosso nobre presidente pode se tornar realidade. Segundo o
G1, Lula prevê que Brasil será a 5ª economia do mundo em 15 anos. Será?
Fernanda Mel

1 Reclamações:

Sequelanet disse...
28 de dezembro de 2009 11:32

A descoberta do pré-sal foi muito importante pro Brasil, ok. Mas falta saber como usar para o benefício do nosso país, coisa que o sr. presidente não está conseguindo colocar em prática.

Postar um comentário