Nina Simone


Nina Simone (Tryon, 21 de fevereiro de 1933 — Carry-le-Rouet, 21 de abril de 2003) foi uma grande pianista, cantora e compositora americana. O nome artístico foi adotado aos 20 anos, para que pudesse cantar Blues, a “música do diabo”, nos cabarés de Nova Iorque, Filadélfia e Atlantic City, escondida de seus pais, que eram pastores metodistas. “Nina” veio do Espanhol (Niña: menina), e “Simone” foi uma homenagem à grande atriz do cinema Francês Simone Signoret, sua preferida.

Nina Simone também se destacou e foi perseguida por ser negra e por abraçar publicamente todo tipo de combate ao racismo. Seu envolvimento era tal, que chegou inclusive a cantar no enterro do pacifista Martin Luther King. Casada com um policial nova-iorquino, Nina também sofreu com a violência do marido, que a espancava.Em um breve contato com sua obra, aqueles que não conhecem percebem logo a diversidade de estilos pelos quais Nina Simone se aventurou, desde o gospel, passando pelo soul, blues, folk e jazz. Foi uma das primeiras artistas negras a ingressar na renomada Julliard School of Music, em Nova Iorque. Sua canção “Mississipi Goddamn” tornou-se um hino ativista da causa negra, e fala sobre o assassinato de quatro crianças negras numa igreja de Birmingham em 1963.

Nina esteve duas vezes no Brasil, e no último show (em 1997 no Metropolitan), foi lembrada como uma intérprete de raro ecletismo, capaz de entoar um hino anti-racista, como “Mississipi Goddamn” para logo em seguida “ressuscitar a platéia com “Here Comes the Sun”, dos Beatles. Era uma intérprete visceral, compositora inspirada e tocava piano com energia e perfeição. Contar a história de Nina Simone através de suas músicas não é tarefa fácil. A pianista e cantora interpretou tantas canções de gêneros tão diversos, que resumir sua carreira sem perder todas as suas nuances é um trabalho delicado. De Kurt Weill a Bee Gees, passando por Burt Bacharach e Screamin' Jay Hawkins, Nina sempre soube absorver o que havia de melhor sem medo de apostar nas suas escolhas.

É claro que os hits estão todos presentes também. Desde o primeiro single, "I Loves You Porgy", passando pela dramática versão de "Don't Let Me Be Misunderstood" e a suavidade dos vocais de "Feeling Good". O blues aparece bem representado na sensual "I Want a Little Sugar in My Bowl" e o pop na irresistível versão de "To Love Somebody", dos Be Gees. Temos ainda a imprescindível trilha de perfume "My Baby Don't Care for Me" e a belíssima "I Wish I Knew How It Would Feel To Be Free", uma das canções de protesto de Nina Simone.

As canções que lutam pelos direitos civis e que condenam o racismo, aliás, são grande marcos na carreira da pianista. "Four Women" e "Mississipi Goddam", duas composições próprias, destacam-se na coletânea. Tocada ao vivo poucos dias após a morte de Martin Luther King, "Mississipi Goddam" traz uma Nina invocada. Ela convoca a platéia a cantar junto e provoca: "Ele era um de vocês. Se vocês se emocionaram e conhecem minhas músicas, pelamordeDeus, cantem comigo! Não fiquem aí sentados! Agora já é tarde, sabiam? O rei está morto! O rei do amor está morto!". 1O belo hino negro "Young Gifted and Black" também dá as caras, em uma versão de estúdio lançada anteriormente apenas em single.

E então eu gostaria de dividir com vocês um pouco do meu gosto musical,quando ouvi pela primeira vez a voz de Nina Simone eu me encantei, sua voz, a melodia das musicas são imensamente belas e encantadoras. Inclusive quero aproveitar a deixa e dizer que o titulo do meu blog foi uma das inspirações das músicas de Nina, Trouble in Mind eu me indentifico muito com essa musica. O texto acima, eu pesquisei algumas informações sobre Nina Simone e fiz um resumo de sua história, e aqui vai uma amostra de uma das músicas de Nina para vocês ouvirem, espero que gostem!




Beijinhooos s2* Fernandinha Mel

3 Reclamações:

Comedia disse...
23 de julho de 2009 15:10

retribuindo a visita

Comedia disse...
23 de julho de 2009 18:07

Ola Fernanda... pode me mandar um email marconyjahel@uol.com.br ou msn marconyjahel@hotmail.com

Fernandinha Mel disse...
24 de julho de 2009 04:06

Agradeço a Visita!!! Volte Sempree

Postar um comentário